Qualidade da Água

A água distribuída à população de Nepomuceno é captada no córrego do Sapé, por meio de uma barragem de nível para tomada de água e sua qualidade é controlada desde então. A água é aduzida por gravidade através de 553,50 metros de tubulação de PVC com diâmetro de 400 milimetros até a Estação de Tratamento – DENERU.
A ETA é do tipo clássico ou tratamento convencional com as seguintes combinações de operações unitárias para clarificação: coagulação, floculação, sedimentação e filtração rápida descendente e reservação.
A qualidade da água fornecida à população é controlada na captação no córrego do Sapé até a entrada da residência do consumidor, em pontos pré-definidos, por pessoal treinado e capacitado, para assegurar que a água fornecida pelo SAAE esteja de acordo com as normas de potabilidade existentes.
Para tanto são realizadas analises diárias de duas em duas horas no manancial, no processo de tratamento e na rede de distribuição. Além disso, são realizadas análises bimestrais, trimestrais e semestrais, conforme a Resolução CONAMA n°357 e a Portaria GM/MS Nº888, de 4 de maio de 2021, que define as normas sobre as ações e os serviços de saúde e dispõe sobre o controle e vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade. Todo esse controle é feito em laboratório próprio do SAAE e terceirizados.
Entenda os parâmetros analisados para realizar a análise da qualidade da água:
• Turbidez: Característica decorrente da existência de partículas sólidas dispersas na água podendo deixar as águas com a aparência turva, isto é, sem transparência. Com esse parâmetro permiti utilizar na proporção certa das quantidades de produtos químicos durante o tratamento da água.
• pH: O pH (potencial hidrogeniônico) representa a intensidade das condições ácidas e alcalinas do meio líquido por meio da medição da presença de íons hidrogênio (H+). É calculado em escala anti-logarítmica, abrangendo a faixa de 0 a 14 (inferior a 7: condições ácida; superior a 7: condições alcalina). Esse parâmetro objetiva minimizar os problemas de incrustações e corrosão das redes de distribuição.
• Cor aparente: Característica decorrente da existência de substâncias orgânicas dissolvidas na água que alteram sua coloração.
• Cloro residual livre: É a quantidade do cloro que permanece na água durante o seu percurso na rede de abastecimento, garantido ausência de micro-organismos.
• Coliformes totais: Grupo de bactérias que podem ocorrer naturalmente no meio ambiente (água, solo). É um parâmetro de integridade de rede cuja presença não compromete a potabilidade da água, quando a Escherichia coli estiver ausente.
• Escherichia coli: Espécie de bactérias do grupo coliformes que indicam a possibilidade de presença de micro-organismos causadores de doenças.

RELATÓRIO DE ANÁLISE – ANO 2023

MÊS:
JULHO
ÁGUA TRATADA – SAÍDA DO TRATAMENTODIA 19
MÊS:
JUNHO
ÁGUA BRUTA – ENTRADA DA E.T.A.DIA 28
ÁGUA TRATADA – REDE HOSPITAL (CENTRO)DIA 28
MÊS:
MARÇO
ÁGUA TRATADA – SAÍDA DO TRATAMENTODIA 08
MÊS:
JANEIRO
ÁGUA BRUTA – ENTRADA DA E.T.A.DIA 23
ÁGUA TRATADA – REDE HOSPITAL (CENTRO)DIA 23
ÁGUA TRATADA – SAÍDA DO TRATAMENTODIA 23

RELATÓRIO DE ANÁLISE – ANO 2022

MÊS:
DEZEMBRO
ÁGUA DE MANANCIAL – SAÍDA DO TRATAMENTODIA 14

RELATÓRIO DE ENSAIO
MÊS:
OUTUBRO
ÁGUA BRUTA – ENTRADA DA E.T.A.DIA 26
ÁGUA TRATADA – REDE HOSPITAL (CENTRO)DIA 26
ÁGUA TRATADA – SAÍDA DO TRATAMENTODIA 26

RELATÓRIO DE ENSAIO
MÊS:
JULHO
ÁGUA BRUTA – ENTRADA DA E.T.A.DIA 13
ÁGUA TRATADA – REDE HOSPITAL (CENTRO)DIA 13
ÁGUA TRATADA – SAÍDA DO TRATAMENTODIA 13

RELATÓRIO DE ENSAIO
MÊS:
ABRIL
ÁGUA BRUTA – ENTRADA DA E.T.A.DIA 27
ÁGUA TRATADA – PONTA DE REDE HOSPITAL (CENTRO)DIA 27